Buscando parcerias de sucesso

Buscando parcerias de sucessoParcerias podem ser ótimas formas de fortalecer seu negócio com o apoio de outras pessoas. Contudo muitos cuidados devem ser tomados para que você não seja prejudicado. Afinal de contas nem sempre é fácil diferenciar uma real parceria de uma verdadeira cilada.

Algumas propostas de “parceria” podem ser muito bonitas à primeira vista e quando você analisa com profundidade percebe que é um acordo que beneficia apenas uma das partes.

Para que uma parceria seja bacana é imprescindível que ambos os lados sejam mutualmente beneficiados.

Vou citar alguns tipos de parcerias que podem dar certo e os cuidados que devemos tomar:

PERMUTA

A permuta nada mais é do que a troca de produtos e serviços de igual valor entre duas empresas. É excelente quando temos interesse no produto e serviço de alguém que também tem interesse no que oferecemos.

Cuidados a serem tomados:

  1. Certifique-se que os valores trocados são equivalentes.
  2. Documente a transição, mesmo que seja só por e-mail. É importante ter todos os detalhes acordados, como: tipo de produto, modelo, especificações, prazo de entrega, etc.
  3. Permuta não é favor. Portanto trate como um novo cliente, nada de deixar por último na sua lista de prioridades ou encarar como se estivesse fazendo um favor.
  4. Da mesma forma que você deve tratar a permuta como um cliente, também precisa se ver como cliente e, quando necessário, conversar com a outra parte se principalmente se houver insatisfação com o produto, atendimento, qualidade, etc do que estiver recebendo.
  5. Analise seus custos e seu resultado financeiro e, com base nisso, estabeleça um limite de quantas permutas seu negócio pode aceitar. Por mais interessante que as permutas sejam, você terá custos que deverá arcar e há uma infinidade de produtos e serviços que precisamos e que não aceitam permutas como forma de pagamento.Portanto nosso negóciopode aceitar permuta mas precisa de liquidez.

PRODUTO X DIVULGAÇÃO

Já deve ter acontecido com você, alguém entra em contato oferecendo um espaço de divulgação em seu site ou em suas redes sociais em troca de um produto seu. Público certo com boas métricas pode ser uma ótima oportunidade. Contudo, muitas vezes recebemos propostas de portais que não tem relevância com nosso público-alvo e poderá ser um grande desperdício de nosso produto. E devemos sempre lembrar que além do custo do produto também temos o custo de oportunidade, pois estamos deixando de vender esse produto para alguém. E ai? Quando que isso é vantajoso? O que precisamos analisar?

Cuidados a serem tomados:

  1. Saiba muito bem quem é seu público-alvo. Se essa questão ainda não está muito bem definida é melhor acertar isso antes de investir. Muito provavelmente você não terá um resultado bacana.
  2. Peça a mídia kit da pessoa que está propondo a parceria. Assim você terá acesso aos números, como por exemplo, número de visualizações dos posts nas redes sociais ou visitas no site.
  3. Analise os números, o público-alvo, a interação das pessoas e o tipo de posts que são realizados. Veja inclusive se há outras divulgações de produtos e serviços e como é a interação nesses posts.
  4. Uma vez definido que será feito, formalize o acordo mesmo que seja apenas por e-mail. É importante definir qual o produto/serviço será enviado, quais as especificações e quando será enviado. Também é importante deixar acordado formalmente quando a divulgação será feita, em quais meios de comunicação, em que formato (texto, post nas redes sociais, foto, vídeo, etc) e quantas vezes será anunciado.

DIVULGAÇÃO X DIVULGAÇÃO

Já pensou em encontrar parceiros de negócios e trocar divulgações? Pode ser uma ótima forma de aumentar sua base de alcance com um custo bem reduzido.

Cuidados a serem tomados:

  1. Busque parceiros que tenham o mesmo público-alvo que você! Isso é essencial. Pode inclusive ser do mesmo ramo que você, desde que não sejam concorrentes diretos. Por exemplo, se você trabalha com decoração de festa infantis, pode procurar parceiros que trabalhem com doces, locação de espaços, locação de brinquedos, etc.
  2. Compare os números para que seja algo bacana para ambos os lados. Tanto número de curtidas nas fanpages como alcance das publicações. Caso os números sejam muitos diferentes, combinem diferente quantidades de publicações visando um equilíbrio.
  3. Ofereçam um desconto especial. Além de ser um “mimo” bacana para oferecer à uma nova audiência é uma forma fácil de mensurar o retorno deste tipo de divulgação.
  4. Formalize, mesmo que por e-mail, os termos da parceria. Quantas divulgações serão feitas, o que será divulgado, em quais canais de comunicação, em quais datas, etc.

CO-CRIAÇÃO

Uma parceria que tende a trazer GRANDE resultados é quando trabalhamos com co-criação. Eu tenho um produto/serviço e faço parceria com alguém que pode complementar isso e co-criamos um produto novo ou apenas um projeto bacana. Alguns exemplos: Se você trabalha com consultoria, poderia buscar alguns profissionais que também trabalham com consultorias, mas em áreas diferentes para montar um evento ou curso; se você trabalha com roupas, poderia buscar parceiros que trabalham com joias, maquiadores e fotógrafos, etc e montar uma sessão incrível onde todos os profissionais podem se beneficiar.

Cuidados a serem tomados:

  1. Tenha clareza dos resultados que você espera para esta parceria.
  2. Convide para serem seus parceiros empresas/profissionais que você conhece.
  3. Formalize mesmo que por e-mail todos os termos da parceria (o que será feito, como será feito, como os custos – se houver – serão divididos, como os lucros – se houver – serão divididos, etc)

Tem outros formatos de parcerias que você faz ou já te ofereceram e que você ainda tem dúvidas? Manda pra gente! Vamos fazer mais parcerias e fortalecer nossos negócios. 😉

Comentário

comentários

Sem Comentários

Deixe um Comentário: