Já decidiu qual tipo de coaching é o melhor pra você?

O coaching vem sendo difundido nos últimos anos e muita gente me pergunta pra que serve, como funciona, qual a diferença de cada tipo. Vamos falar sobre isso?

Há pouco tempo eu coloquei um texto explicando O que é coaching (dá uma lida aqui) e hoje vou falar sobre as diferenças dos tipos de coaching.

O coaching tradicionalmente, é dividido em vida (life), carreira (professional) ou negócios (business). O life coaching é baseado em ajudar a pessoa no âmbito pessoal, a alcançar objetivos pessoais (morar em outro país, por exemplo). O professional coaching é voltado para traçar objetivos no âmbito profissional, como alcançar mudanças de carreiras, um novo patamar, uma promoção, etc. Já o business coaching é voltado para o negócio que aquela pessoa tem ou está iniciando com ferramentas para melhorar a performance da empresa.

Na Materna S/A acredito que somos um ser único e que não somos divisíveis em vida profissional e pessoal. Não existe um botão que ligamos para acionar o modo profissional e desligamos quando queremos. Nossa vida é toda interligada e um problema pessoal interfere no nosso rendimento profissional e nossos problemas profissionais interferem na nossa vida pessoal, afinal somos um só organismo.

Aqui eu aplico o coaching de carreira, porém olhando todos os âmbitos pessoais, principalmente a maternidade. Vivemos em uma sociedade em que a maternidade influencia diretamente na carreira da mulher e isso precisa ser levado em consideração quando se atua com mulheres-mães.

No coaching da Materna S/A procuramos o equilíbrio entre vida profissional e pessoal de forma que seja satisfatória para a mulher.

Trabalho também com o business coaching que é voltado para mães empreendedoras, focando no negócio sem esquecer de olhar para a maternidade.

O coaching é um processo multidisciplinar baseado em diversas ciências e de acordo com a linha do Coach, se aprofunda em uma área especifica.

Tem a linha de coaching ontologico, que tem uma base mais voltado para a filosofia, ontologia de linguagem e biologia cultural. Tem a abordagem biografia, com base principal na antroposofia. O neurocoaching, baseado na neurociência. E no Brasil, Geronimo Theml está desenvolvendo o coaching criacional, que usa como base a neurociência, neurolinguística e a mecânica quântica. Existe também o coaching baseado na psicologia positiva. Opções não faltam.

Na Materna S/A trabalhamos com formação holística.

O Coaching Holístico é uma abordagem voltada ao entendimento integral de todas as dimensões do ser humano.

Entendo que meu trabalho influencia o meio em que a pessoa está inserida e o meio em que a pessoa está inserida influencia meu trabalho. Uma vez que vivemos em uma sociedade desigual, onde nem todos temos as mesmas oportunidades, é necessário considerar todos estes fatores dentro do processo de coaching. Não basta eu olhar o contexto interno da pessoa se eu não souber o contexto em que ela está inserida e suas relações. Tudo isso influencia no processo todo.

Quando eu digo que meu processo de coaching é holístico muitas pessoas tendem a pensar ser esotérico. Apesar de utilizar o tarot como ferramenta, utilizo-a como ferramenta de autoconhecimento e não de adivinhação. Acredito que precisa existir um equilíbrio da pessoa com os elementos que a envolvem.

E você, já escolheu qual tipo de coaching quer fazer? Para saber mais sobre meus processos de coaching, acesse aqui!

Comentário

comentários

Sem Comentários

Deixe um Comentário: